Concurso Polícia Civil PE 2014 – Delegado



Pernambucanos, não só os interessados em carreira pública mas também cidadãos comuns têm um motivo para comemorar. Wilson Damázio, secretário da Defesa Social, confirmou a oferta de 818 vagas somente na área da Segurança para Pernambuco. O concurso de delegado da Polícia Civil PE é responsável por 500 delas.

Visando preencher uma lacuna, cujas vagas já haviam sido solicitadas e agora foram aprovadas, o cargo mais alto oferecido no concurso Polícia Civil PE 2014 é o de delegado. O último deste havia sido promovido em 2006, com salário de R$ 4.701.

Os candidatos interessados no concurso Policia Civil PE de Delegado deverão ser bacharéis em direito – não é necessário possuir a carteira da OAB; basta ter concluído o curso de direito -, além de carteira de habilitação (CNH) na categoria B (somente carros).

O objetivo do concurso de delegado do PE é dar continuidade à interiorização de delegacias especializadas e o serviço de inteligência policial.

Revenda roupas

27 thoughts on “Concurso Polícia Civil PE 2014 – Delegado

    1. Amigo. Acredito q as inscrições só começam no mínimo a partir de março de 2015. Pois a PGE emitiu parecer afirmando que o concurso de 2006 tem validade até fevereiro de 2015.

        1. É apenas um parecer… Mas ir de encontro a este parecer suscitará o MP a travar um novo certame. Acredito também que só deva ser lá para marçod e 2015.

  1. esse ronaldo lemos só pode estar delirando… A verdade cidadão é que há uma verdadeira dualidade entre as polícias no BRASIL, uma verdadeira segregação e entre a PC e a PM esse acirramento é mais acentuado. no entanto, melhor do que apenas criticar a briosa polícia militar é também saber identificar seus erros, que por sinal são muitos, e não ficar desvirtuando o problema da segurança pública que é bastante complexo. infelizmente o militarismo que na minha concepção deveria se aplicar apenas ao exécito é ainda o que faz toda diferença, pois ele da o suporte necessário para que a segurança pública ñ estacione nesse país porque se depedessem de vc6 a coisa conseguiria piorar….
    ñ faço uma crítica à polícia civil, até porque na PM nos deparamos tbm com maus profissionais, mas seria melhor e mais oportuno que ao invés de degladiarmos uns com os outros, fizessemos um trabalho individual e coletivo mais produtivo sem preocupação de status e com um pouco mais de humildade afim de proporcionar um clima de melhor harmonia e satisfação social com relação a segurança pública!!!!

  2. Quando vai abrir realmente o concurso para Delagado de Polícia Civil do Estado do Pernambuco, quero fazer e passar, pois estou preparado.

  3. olá, colegas de todo Brasil,
    policiais ou pretensos policiais, é otimo ter noticias que as policias civis de todo pais estão remodelando, reequipando-se e principalmente renovando seus recursos humanos. Sou policial civil-MG (investigador de polícia),agora, finalmente consequimos o terceiro grau para ingresso nas carreiras policiais em Minas Gerais, temos que nos unir Brasil afora, pois a PM quer ver a nossa extinção, eles querem nos engolir, pra voces terem uma idéia, aqui em Minas foi proposto uma lei Delegada para Assembléia Legislativa no ultimo mes de janeiro, com intuito de regularizar os cargos de investigadores e escrivães equiparndo-se aos cargos de legistas e peritos criminais, para que possam realizar o concurso 2011, a Pm mais uma vez impediu nosso avanço e eles tem poder para isso, acreditem, os Delegados de Polícia de Minas consequiram no ultimo ano o tão sonhado reconhecimento da carreira jurídica a exemplo de outros cargos juridicos no estado. Novamente a invejosa pleiteou e conseguiu carreira jurídica para os seus oficiais. Houve-se uma indignação por parte do SINDEPO e protocolizou uma ADIN no STF para derrubar a lei inconstitucional que os declararam carreira jurídica.
    Nesses ditames é o nosso convivel com a PM e sabemos, “nós nos convivemos e não nos amamos”, eles vivem nos atrapalhando. O presidente do SINDPOL-MG, Denilson Martins publicou uma cartilha em aproximado 50.000 exemplares afim de tornar público todas essas intervenções arbitrárias, motivo pelo qual, eles se acham no direito, pois, aqui em Minas existe “INTEGRAÇÃO”, que nada mais é do que “entregação” da POLÍCIA CIVIL para a PM. Estamos vivendo um retrocesso, uma verdadeira ditadura. Nós policiais civis não vamos aceitar, custe o que custar, temos que nos desatrelar e seguirmos avante, rumo ao nosso dever constitucional que é de INVESTIGAR e apontar autores de delitos, solucionar crimes por ventura ocorridos em nosso estado, colocar bandidos na cadeia. Finalizando, a PM adora investigar, com isso deixa a desejar em sua função típica que é de manter a ordem pública, policiamento ostensivo e preventivo. Colegas, fiquem de olho ai em seus estados,não deixe isso acontecer. Um forte abraço. RONALDO LEMOS

    1. Brilhante comentário Ronaldo, contudo descordo em parte do seu comentário. É fato que os PMs de início são desunidos entre si, pelo menos aqui em PE, coisa que não acontece na Policia Civil. A Policia Militar aqui é desunida, onde um quer “engolir” o outro, aqui em Pernambuco esse tipo de coisa (PM querendo “engolir” Civil) não acontece. É fato que eles morrem de inveja de nós a começar pela “luta” em vão de iniciativa deles (PMs) de aumento de subsídio em comparação ao da Civil mas a verdade é que “muitos querem, mas poucos conseguem”. Em breve serei Delegada de Policia, me orgulho muito disso, já tenho a copeeração de muitos grandes amigos meus da PM que inclusive manifestam desejo de trabalhar comigo nas operações. Enfim…bom sinal de que nem tudo está perdido.

    2. Bom Dia Caro colega, aqui no Mato Grosso não é difirente a PJC ja esta sendo engolida a muito tempo. Criaram aqui no MT o GAECO que são formados por promotor e a PM para investigar as quais não são atribuições deles parecem que a CF não pertence a eles. Aqui no MT a PJC é desde 2005 com nivel superior e não avancamos em nada na questão salarial. Apenas o delegado que consegui igualar o salario deles igual a do governador e mais R$6.000,00 reais por participação de inquerito. Eu achava o seguinte que nos deveriamos fazer o seguinte: Não deveriamos mais aceitar ser nomeados pelos DR com peritos ad Hoc porque ai sim seriam melhor reconhecidos. Teriamos que forçar os peritos deslocarem de uma cidade para outra ai sim, ganhariamos o mérito. E a questão é o seguinte enquanto temos que nos unirmos a PJC de todo BRASIL. JÀ.

  4. olá, colegas de todo Brasil,
    policiais ou pretensos policiais, é otimo ter noticias que as policias civis de todo pais estão remodelando, reequipando-se e principalmente renovando seus recursos humanos. Sou policial civil-MG (investigador de polícia),agora, finalmente consequimos o terceiro grau para ingresso nas carreiras policiais em Minas Gerais, temos que nos unir Brasil afora, pois a PM quer ver a nossa extinção, eles querem nos engolir, pra voces terem uma idéia, aqui em Minas foi proposto uma lei Delegada para Assembléia Legislativa no ultimo mes de janeiro, com intuito de regularizar os cargos de investigadores e escrivães equiparndo-se aos cargos de legistas e peritos criminais, para que possam realizar o concurso 2011, a Pm mais uma vez impediu nosso avanço e eles tem poder para isso, acreditem, os Delegados de Polícia de Minas consequiram no ultimo ano o tão sonhado reconhecimento da carreira jurídica a exemplo de outros cargos juridicos no estado. Novamente a invejosa pleiteou e conseguiu carreira jurídica para os seus oficiais. Houve-se uma indignação por parte do SINDEPO e protocolizou uma ADIN no STF para derrubar a lei inconstitucional que os declararam carreira jurídica.
    Nesses ditames é o nosso convivel com a PM e sabemos, “nós nos convivemos e não nos amamos”, eles vivem nos atrapalhando. O presidente do SINDPOL-MG, Denilson Martins publicou uma cartilha em aproximado 50.000 exemplares afim de tornar público todas essas intervenções arbitrárias, motivo pelo qual, eles se acham no direito, pois, aqui em Minas existe “INTEGRAÇÃO”, que nada mais é do que “entregação” da POLÍCIA CIVIL para a PM. Estamos vivendo um retrocesso, uma verdadeira ditadura. Nós policiais civis não vamos aceitar, custe o que custar, temos que nos desatrelar e seguirmos avante, rumo ao nosso dever constitucional que é de INVESTIGADOR e apontar autores de delitos, solucionar crimes por ventura ocorridos em nosso estado, colocar bandidos na cadeia. Finalizando, a PM adora investigar, com isso deixa a desejar em sua função típica que é de manter a ordem pública, policiamento ostensivo e preventivo. Colegas, fiquem de olho ai em seus estados,não deixe isso acontecer. Um forte abraço. RONALDO LEMOS

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>